Notícias

Prefeita de Formoso Articula, Junto ao Governador, Liberação de Cheques-Moradia e Malha Asfáltica
  • Enviar por e-mail
28/03/2017
Apresentou ao governador demandas da administração relacionadas à habitação, pavimentação asfáltica e transporte escolar.

A Prefeita de Formoso, Alessandra Carvalho esteve em reunião com o governador Marconi Perillo, na Sala de Situação do Palácio Pedro Ludovico Teixeira em Goiânia, onde apresentou ao governador demandas da administração relacionadas à habitação, pavimentação asfáltica e transporte escolar. O governador disse que vai construir 30 mil moradias no estado em parceria com o governo federal e que Formoso será beneficiado com mais moradias.

Na reunião a Prefeita estava acompanhada 1º Cavalheiro Denilson Severino, dos deputados Júlio da Retífica e Lincoln Tejota e vereadores da câmara municipal, em conversa com Governador afirmou que o grande problema da cidade é a falta de recapeamento, também solicitou novos ônibus escolares e agradeceu ao Governador pelas moradias.

O governador de Goiás afirmou que em 2017 a prioridade será a construção de casas novas e as reformas de moradias carentes. “Isso tudo faz parte do programa Goiás Mais Competitivo e Inovador, que identificou quais cidades têm maior déficit de moradias. Mas as audiências com os prefeitos foram fundamentais para definirmos nossa atuação”, disse.

Na parceria, o município apresentam a área regularizada para a construção das moradias e assumem a infraestrutura básica e o governo do estado cederá os Cheques Mais Moradia. A iniciativa tem foco nas famílias com renda de até R$ 1.800. A indicação das famílias beneficiárias será pelos municípios, validadas pela Agehab e com avaliação de cadastro e financiamento pela Caixa, respeitada as regras do Programa Minha Casa Minha Vida e do Cheque Mais Moradia.

Na parceria com a Caixa, o Estado vai aportar recursos do Cheque Mais Moradia para construção dessas 30 moradias em 133 municípios com déficit acima de 60 unidades habitacionais. Também fará parceria direta com 57 municípios com déficit inferior a 60 unidades para construção de 1.835 moradias, com investimento de R$ 27,5 milhões em Cheque Mais Moradia. Em outros 56 municípios, o Estado conseguiu atender toda a demanda. Os dados do déficit foram dimensionados pela Fundação João Pinheiro, de acordo com o Censo de 2010.

Acompanhe a Prefeitura nas redes sociais


Carregando, por favor aguarde...